Logo
  1. Solteirice - Adeus em Época de São João

    por Sabbahana Cavalcanti em 23/05/2012

     

    Raro exemplar da arquitetura do século IXI, o Mercado de São José é o mais antigo edifício pré-fabricado em ferro no Brasil. Inspirado no Mercado de Grenelle, em Paris, foi inaugurado no dia 07 de setembro.  Lá antigamente era palco ideal para os mágicos, acrobatas e ouviam-se sons de pandeiros, zabumbas, cavaquinhos e sanfonas. O Mercado já foi o maior centro no Recife de cantadores, emboladores e da literatura de cordel. Considerado um importante centro de abastecimento do bairro de São José e um ponto de atração turística na cidade do Recife, principalmente quando se aproxima de épocas de festejos como o São João, onde o local torna-se referência.

    Nesse período do ano aumenta a procura por artefatos relacionados a essa data, e claro, algo que nunca é esquecido: as simpatias.  Sim, para você que nunca tentou, saiba que depoimentos é que não faltam para comprovar esses milagres. As mais pedidas são para arrumar marido; namorado; e até mesmo saber se o casório está perto. Uma das mais engraçadas é a simpatia de Santo Antônio, outra referência de união de laços no relacionamento. É só colocar o santo de cabeça para baixo mergulhado em um copo de água, que você terá seu amado em seus braços.  Agora só tire o santo se seu desejo for realizado.

    Já para ser pedida em casamento, é só usar uma fita vermelha no sutiã, entre os seios por sete dias. Após esse prazo, coloque-a em um envelope, lacre-o e coloque no altar do Santo Antônio. Reze pedindo pelo seu desejo e acenda uma vela de sete dias. O mais curioso nessa história de crenças populares, é que o Mercado passou a ter esse nome, por ter sido edificado no bairro de São José, que também é um santo casamenteiro. Referência é o que não falta para acreditar nessa tradição. Então, não custa tentar.

    Quem sabe seu pedido é realizado? 



  1. Mãe Sempre Única

    por Sabbahana Cavalcanti em 11/05/2012

     

    Inspiradora, protetora e cheia de vida.  Não importa se já crescemos, se nossas vidas tomaram rumos diferentes, sempre o seu colo vai ser o ponto de paz. A única pessoa que se preocupa a todo instante; que te espera; que te alimenta; que abraça e te projete debaixo de suas asas. Ela sabe como ninguém nossos mais profundos segredos. Possui o dom da premonição, e não importando se vamos ignorar ou não, ela nos carrega pelos seus braços para que possamos desviar de algum caminho torto, que altere o sentido de felicidade da nossa vida.

    Professora do amor, do carinho e respeito, direciona as lições da vida para o que há de melhor em busca que nos posicionemos de maneira positiva em nosso futuro promissor.  Quem será essa pessoa capaz de tudo por você? Simplesmente a sua mãe. Mesmo quando está ocupada, ela deixa de fazer qualquer coisa, e em poucos minutos já está ali, esperando um abraço, e com isso já ganhou o dia. Mãe é simplesmente para sempre. Nada mais justo que estabelecer uma data para recordar desse amor sem medidas.

    Sua data é uma das mais antigas comemoradas tendo origem na Grécia Antiga, sendo mitológica.  O próximo registro é no século XVII, na Inglaterra quando passou a se dedicar ao quarto domingo da Quaresma ás mães das operárias inglesas. Nesse dia, as trabalhadoras tinham folga para ficar em casa com as mães. Era chamado de "Mothering Day", fato que deu origem ao "mothering cake", um bolo para as mães que tornaria o dia ainda mais festivo.

    Nos Estados Unidos, as primeiras sugestões em prol da criação de uma data para a celebração das mães foi dada em 1872 pela escritora Júlia Ward Howe, autora de "O Hino de Batalha da República".Mas, foi em 1905 que teve um marco importante. Ana Jarvis, filha de pastores, perdeu sua mãe e entrou em grande depressão. Preocupadas com aquele sofrimento, algumas amigas tiveram a ideia de perpetuar a memória de sua mãe com uma festa. Ana quis que a festa fosse a todas as mães vivas ou mortas. 

    Finalmente, em 1914, o então presidente dos Estados Unidos, Woodrow Wilson (1913-1921), unificou a celebração em todos os estados, estabelecendo que o Dia Nacional das Mães deveria ser comemorado sempre no segundo domingo de maio. A sugestão foi da própria Anna Jarvis. Em breve tempo, mais de 40 países adotaram a data.



  1. Banda Alekrin e os Cretinos em seu Primeiro Single!

    por Sabbahana Cavalcanti em 10/05/2012


    É com esse jeitinho carismático e talentoso, que a mais nova banda de pop/rock invade o cenário musical jaboatonense. O primeiro single da Banda “Alekrin e os Cretinos”, foi lançado e agora contamina os apaixonados, com o  webclipe super divertido “Tudo em você me atrai”. Sonhador e animado, o vocalista Leandro Alekrin concede a TV JABOATÃO uma entrevista exclusiva.

                                     

    TV Jaboatão - Por que o nome “Alekrin e os Cretinos”?

    Leandro -  Alekrin é o meu sobrenome, atendo por este chamado há anos. Já o nome “Os Cretinos”, originou-se por uma brincadeira de ter chamado todos da banda de cretinos, por terem se atrasado para um ensaio. Daí o nome ficou: Alekrin e os Cretinos.

    TV Jaboatão - Qual é a formação atual do conjunto?

    Leandro - Alekrin no vocal, Mair Maia e Luís Fernando na guitarra, Lucas Argay na bateria e Mário Brandão no Baixo.

    TV Jaboatão - Como banda independente vocês tocam juntos desde quando?

    Leandro - Nós tocamos juntos desde 2010, não faz muito tempo, mas levamos a banda como um trabalho sério.

    TV Jaboatão -  Como aconteceu a união de vocês?

    Leandro - A união foi feita por mim mesmo. Eu já tocava em diferentes projetos com os demais componentes, só foi preciso fazer alguns telefonemas e mandar alguns emails e pronto, todo mundo junto fazendo o que gosta: música!

    TV Jaboatão - Os membros da banda já tocaram em outros conjuntos? Qual é a experiência de vocês?

    Leandro - Maia é componentes da banda da cantora Felicidade Cordel.

    Luís Fernando é o guitar man da banda A prosa, e ex guitarrista da banda Zé Bob.

    Lucas Argay é baterista da banda Nosso Ghetto e da banda de rock Atari

    Mário Brandão é  baixista da banda Atari

    Alekrin toca cavaco na banda Zé Bob e é produtor musical do Doctor Studio (Home Studio)

    TV Jaboatão - Como vocês consideram o som que fazem? Quais são as principais influências?

    Leandro - O som que fazemos é um pop/rock brasileiro. Temos várias influências. Elas variam de The Beatles à Michael Jackson. O que importa pra gente é estimular a diversão.

    TV Jaboatão - Com mais de 8 mil acessos no “webclipe” – Tudo em você me atrai pelo youtube, qual foi a fonte de inspiração para essa canção?

    Leandro - Esta música foi uma homenagem, às pessoas que nos deixam fascinados, seja pela sua aparência, caráter, estilo. Uma breve alusão de como vemos o outro por quem estamos apaixonados.

    TV Jaboatão - Qual o segredo da banda para se destacar no cenário musical?

    Leandro - Nunca desistir. Em primeiro lugar, encarar a carreira como um trabalho e levá-la a sério. Ter compromisso com o seu próprio sonho. Se você mesmo não levar a sério, porque os outros levarão?

    TV Jaboatão - Vai rolar outro webclipe em breve? Se for, de qual canção e quando será lançado?

    Leandro - Com certeza outro clipe virá em breve. Estamos planejando outro vídeo, possivelmente da música “O lado certo da vida”. A previsão é que o webclipe seja postado ainda neste semestre.

    TV Jaboatão - Qual a previsão de apresentação da banda?

    Leandro - A banda já faz algumas apresentações em festas privadas, principalmente em aniversários de 15 anos. Nossa primeira apresentação pública será no evento “Divino’s Party” no dia 19 de Maio, no Colégio Divino Mestre em Jaboatão dos Guararapes. Custa apenas R$5,00 e começa às 17h. Todo mundo convidado!

    TV Jaboatão - Que mensagem você deixaria para a galera?

    Leandro - Querer realizar o seu sonho é um dever seu! Se não o fizer, ninguém mais o fará! Lute por aquilo que acredita e deseja!




  1. Recordando o passado motivador

    por Sabbahana Cavalcanti em 04/05/2012

    Praça de Nossa Senhora do Rosário - Jaboatão 20.10.1966

    Rua Visconde do Rio Branco e entrada da Rua Duque de Caxias - Jaboatão 18.11.1961

    Como dizia o filósofo grego Aristóteles, todo ser humano possui a necessidade do saber. Principalmente quando se trata da origem do lugar onde vive; das crenças; culturas, enfim diversos fatores que se unem para a identidade de um povo. Quando o conhecimento é alimentado, se têm a necessidade de compreender sobre a importância do que foi adquirido. É assim que acontece quando nos deparamos com a história de Jaboatão dos Guararapes. De grande valor no contexto do cenário histórico brasileiro, a cidade dos altos montes possui um roteiro bastante interessante e influencia outras regiões e também o nosso país.  

    Sua narrativa começa em 1593 quando o português Bento Luiz de Figueiroa adquire o engenho São João Batista. O proprietário reservou uma área das terras do engenho para quem quisesse se instalar na região e, atraídas pela doação dos lotes, várias pessoas construíram ali suas casas. No dia 04 de maio de 1593 que Jaboatão teve o seu povoado fundado. O nome é de origem indígena, “Yapoatan”, inspirada à árvore comum na região, usada para fabricar mastros e embarcações. Em 1989, a cidade passou a ser chamada de Jaboatão dos Guararapes em homenagem as batalhas históricas nos Montes Guararapes.  

    Lugar consagrado que teve a união como causa para o alicerce da conquista, que é revelada em seu hino ao citar a esperança como algo que nunca finda. Por esse motivo é considerada o berço da nacionalidade brasileira. Não poderíamos esquecer-nos de citar um dos patrimônios mais belos de Pernambuco, que contemplou o triunfo dessas batalhas, a igreja de Nossa Senhora dos Prazeres, construída em 1565, e que é realizada todos os anos uma das festas mais conhecidas, a Festa da Pitomba. Possuindo esse nome inspirado na época de produção da fruta da região.

    Hoje a cidade conta com seu palco de vitórias e beleza natural atrai olhares de todas as partes. Fortificada através de um povo trabalhador.  A cultura envolve a todos; seus filhos crescem e ao completar 419 anos sua essência jaboatonense é transmitida de geração a geração. Viva Jaboatão!

     

     



  1. Uma chance...

    por Sabbahana Cavalcanti em 24/04/2012

     

    O desemprego é hoje um dos sérios fatores relacionados ao mundo do trabalho tornando-se uma crise que arrasta por uma década a população jovem. Na prática, os jovens deveriam morar em um bairro seguro, ter boa alimentação e boa saúde, ter um meio de transporte também seguro e rápido, estudar em boas escolas e conseguir um bom encaixe no mercado de trabalho. Mas, não é bem assim que funciona. O encolhimento do Estado, a falta de planejamento e importância com a saúde e ensino público acelera para que o país seja um campo estéril para a juventude.

    Esses problemas começam com a deficiência na educação infantil virando uma bola de neve. A dificuldade do primeiro emprego se torna cada vez mais difícil e disputada principalmente quando o jovem não possui experiência.  Essa situação apenas não decorre da falta de conhecimentos específicos para o trabalho e da baixa experiência profissional. O nível educacional se constitui importante fator que influencia as possibilidades e o tipo de ocupação. Quando se fala em Dia Internacional do Jovem Trabalhador logo associamos a essa falta de oportunidade daqueles que estão querendo dar os primeiros passos para uma nova etapa em suas vidas.  

    Foi pensando em qualificação e preparação que a Prefeitura de Jaboatão dos Guararapes abriu inscrições para 750 vagas até o dia 30 de abril, com a finalidade de elevar os conhecimentos dos jaboatanenses. Pode participar pessoas com idade entre 18 e 29 anos, que saibam ler e escrever, mas que ainda não concluíram o Ensino Fundamental. Os alunos terão aulas teóricas e práticas, receberão material didático, além de ajuda de custo mensal de R$ 100. “Os cursos oferecidos são nas áreas de Metalmecânica, Administração e Educação. Após o término deste período, os concluintes receberão certificados de conclusão do Ensino Fundamental, que corresponde da 5ª a 8ª série”, explicou Elizaldo Arruda, um dos coordenadores do Projovem Urbano da cidade.

    Para mais informações o candidato deve entrar em contato com o Núcleo de Jovens  e Adultos (EJA). A sede está situada na Rua Antônio Ferreira Campos, nº 2718, em Candeias. O contato é pelos números 3469-3675 e pelo 3468-5511, ramal 212.